domingo, 13 de outubro de 2013

Saco de Enxofre SACOR manufacturado pela CUF



Ora aqui está, uma interessante novidade que estava hoje à minha espera na feira. Um saco de enxofre da SACOR fabricado pela CUF. A datação deste saco é inquestionavelmente dos anos 50, pois o simbolo da SACOR tinha ainda o "olho" no S que à epoca imitava como que uma cobra.

 A SACOR - Sociedade Anonima Concessionária da Refinaçao de Petroleos em Portugal é criada pela Lei 1947 de 12 de Fevereiro de 1937. Os seus três grandes accionistas eram o Estado Português, Martin Sain (empresario dos petroleos romeno) e a Familia Espirito Santo. À epoca, ideia do Estado era precisamente a que Portugal deveria de ser auto-suficiente tanto em termos de abastecimento das ramas petroliferas (dai o nascimento em 1947 da SOPONATA) bem como da própria refinaçao. Tais politicas irão ter como efeito a criaçao de postos de trabalho e o embaratecimento do preço dos combustiveis.

O local escolhido para a implataçao da refinaria foi Cabo Ruivo, arrancando a sua laboraçao em 1940. Em meados dos anos 50 a refinaria sofrerá uma modernizaçao e amplicaçao, produzindo-se apartir de 1955 pela além do gasoleo, asfalto, fuel, gasolina, gas butano e propano, ainda os seguintes sub-produtos: enxofre e anidrido sulfuroso.

É certamente durante este periodo até finais dos anos 50, época na qual a SACOR funda a Nitratos de Portugal, (empresa que irá fabricar adubos azotados e nitro amoniacais) que a empresa recorre à CUF enquanto fornecedora de sacos de linho por forma, a assim poder vender o seu enxofre produzido por via quimica nas instalações de Cabo Ruivo.

Nenhum comentário: